“Sucesso para nós é ter mais e mais gente implementando sistemas produtivos que regenerem. Quanto mais produtores adotarem esse modelo, todos vão ganhando eficiência e tudo prospera”. Essa é uma frase de Pedro Paulo Diniz, sócio-fundador da Fazenda da Toca e da Rizoma, que resume bem o nosso espírito aqui.

 

Uma de nossas missões na Toca é difundir o propósito regenerativo pelo Brasil e o mundo. É assim que contribuímos para construir um planeta mais saudável e melhor para se viver. Para isso, foi criado o Toca Experiências, que se dedica a compartilhar os aprendizados que adquirimos aqui.

 

A Toca é uma fazenda de portas abertas, essa é uma de suas principais características. E nos sentimos privilegiados de receber tanta gente aqui. Aliás, essa se tornou uma de nossas especialidades.

 

Não há prazer maior do que poder inspirar as pessoas em suas trajetórias, vê-las encantadas com um modelo de produção em total harmonia com o meio ambiente e até mudarem suas vidas para buscar um propósito mais condizente com a sua essência e uma conexão maior com a natureza. Aqui na Toca é nítido para nós um movimento inverso ao chamado êxodo rural. Agora, muitas pessoas do meio urbano procuram voltar para o campo.

 

Temos um programa de atividades abertas ao público que inclui o Curso de Produção de Ovos Orgânicos, a Imersão em Agrofloresta com Foco em Horticultura e as Visitas e Vivências. Todos acontecem regularmente.

 

Esses eventos lançam sementes de realizações e projetos que tem a natureza como mestra e principal aliada. Fizemos esse texto para contar um pouco de histórias de vida e projetos no Brasil e no mundo que de alguma forma brotaram aqui na Toca. São mulheres e homens do Brasil e outras nacionalidades que tivemos a honra de conhecer e conviver aqui na Toca e que agora nos enchem de orgulho com o trabalho que desenvolvem.

 

VALDEZ NASCIMENTO AMORIM 

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Natural de Itanhém (no sul da Bahia), Valdez Nascimento Amorim, morou em São Paulo por 30 anos, onde fez carreira nas áreas de contabilidade e auditoria, atuando em uma grande montadora de veículos e em uma empresa de materiais de construção.

 

Toda a sua família é de Itanhém e ele acabou herdando de seus avós um terreno de 7 hectares no município. Em 2018, decidiu que era hora de fazer uma grande mudança de vida: ir embora da capital paulista e voltar para a sua terra natal.

 

Mas, para assumir a gestão do sítio, sentiu que precisava aprofundar seus conhecimentos. “Já havia três nascentes lá e eu queria implantar uma área de preservação para cuidar bem da natureza. Por isso, os Sistemas Agroflorestais e a produção orgânica vieram bem a calhar, mas eu não conhecia nada disso”, disse.

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Escolheu a Fazenda da Toca para se capacitar. Participou do nosso Curso de Produção de Ovos Orgânicos e passou uma temporada aqui com a gente na Imersão em Agrofloresta.

 

Com os conhecimentos adquiridos aqui, formou um hectare de pomar orgânico, com laranja, limão, abacate, manga, pitanga, cupuaçu, goiaba, acerola, banana… E agora está preparando um terreno para plantar uma roça com milho, mandioca, quiabo e outro para fazer uma horta agroflorestal.

“O que vocês fazem na Toca me encantou e serviu de inspiração para mim aqui”, diz Valdez.

VIVIANA LÓPEZ e ROSA MARÍA MAGDALENA

 

Viviana López e sua mãe Rosa María Magdalena são pioneiras na produção de ovos orgânicos no Equador e vieram ao Brasil para participar do nosso curso e aprender mais sobre esse sistema produtivo.

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Elas fundaram em 2010 o projeto Organic Life  (que você pode conhecer também pelo Instagram @organiclifeec), quando Rosa, como um hobby, passou a cultivar frutas e vegetais em sua fazenda em Amaguaña, a 40 minutos de Quito, e vendê-las na garagem de sua casa, na capital. E, assim, o Organic Life foi conquistando cada vez mais os equatorianos e hoje já conta com nove pessoas na equipe.

 

“O curso na Toca nos permitiu obter uma grande aprendizagem. Nosso projeto ainda se encontra numa fase inicial, mas depois desta experiência enriquecedora, temos a consciência de que ainda há muitas oportunidades a explorar e que podemos crescer ainda mais”, afirma Viviana.

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Elas pretendem agora implementar na sua fazenda diversos processos que conheceram aqui para melhorar a ambiência e o bem-estar das galinhas, entre eles a instalação de poleiros para que elas possam expressar melhor a sua organização social, a implantação de um sistema de conforto térmico nos galpões e até a produção de uma linha de ovos orgânicos enriquecida com Ômega 3, como temos aqui.

 

MARIANA BASILE

Publicitária de formação e apaixonada por culinária e natureza, Mariana Basile resolveu seguir suas paixões. Saiu do mercado de trabalho para ir em busca de seu propósito de vida. Nesse início de jornada, participou de cursos aqui na Fazenda e ficou conosco como voluntária por quatro meses aprendendo sobre orgânicos, agrofloresta e produção de alimentos em um modelo sustentável.

 

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

“A inspiração toda começou aí”, disse ela. E essa inspiração foi seu ponto de partida para fundar a iniciativa Do Campo à Cozinha, que reeduca por meio do alimento. Nos retiros, Mariana proporciona uma vivência de tudo que chega ao prato:  o preparo do solo para iniciar uma agrofloresta, a colheita e o cozimento, tudo para sentir o sabor autêntico do que a natureza generosamente oferece.

 

Na cidade, os jantares estimulam discussões em torno do alimento, e os cursos aprofundam o encontro com ingredientes frutos da nossa terra e história, como mandioca, banana e jaca.

 

“Mexer na terra é uma das formas mais profundas de reconexão. Não é apenas uma experiência restrita a pessoas envolvidas profissionalmente com o alimento, mas uma atividade indispensável para entendermos sobre a natureza e nos mesmos. Foram quatro meses de aprendizado com pessoas que ensinam com sabedoria e com o coração! Recomendo de olhos fechados”, diz Mariana. Hoje, ela está por aí fazendo palestras, vivências em diversas regiões do país e nos enchendo de orgulho com seu sucesso.

 

 MARIA JERÓNIMO

A portuguesa Maria Jerónimo (de blusa bege à esquerda) conhecia a Toca só pela internet. E, como ela disse, já se sentia inspirada pela Fazenda mesmo à distância assistindo aos nossos vídeos no YouTube e nos acompanhando pelas redes sociais.

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Super qualificada, graduou-se em Engenharia Biotecnológica, com mestrado em Biologia Molecular e doutorado em Biologia Evolutiva. Apaixonada pelo tema Sustentabilidade, hoje ela integra um projeto de agrofloresta na empresa em que trabalha, a Mendes Gonçalves, que faz vinagres, molhos e temperos.

 

Para buscar mais conhecimento nessa área, ela esteve conosco neste ano. Aqui na Toca ela fez a Imersão em Agrofloresta e o nosso Curso de Produção de Ovos Orgânicos.

 

“Todo o aprendizado em agrofloresta e produção de ovos orgânicos foi de muita importância. Contudo, foram os conhecimentos da produção de hortaliças em contexto agroflorestal que mais estão a ser uteis, acima de tudo pela sua aplicabilidade imediata aqui nos nossos campos na Golegã (Portugal)”, disse ela. 

 

E além dos conhecimentos teóricos e práticos, ela disse algo que nos encantou muito: “a própria vivência da fazenda, a maneira como as pessoas gostam de trabalhar aí e como cooperam entre si foi também uma lição que trago comigo e que é de grande valor”, diz.

 

É muito bom para nós saber que o que fazemos aqui rompe fronteiras.

 

SAYAKA YAMANA E NAGISA OKANIWA

Do Japão para o Brasil! Sayaka Yamana e Nagisa Okaniwa são estudantes da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio. Estão passando uma temporada no Brasil fazendo um intercâmbio no departamento de engenharia agrícola da Unicamp e vieram participar de uma visita aqui na Toca.

 

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Aqui elas aprenderam sobre os nossos ovos orgânicos, conheceram nossas agroflorestas, a produção leiteira e de grãos.

Nagisa pretende levar os aprendizados que vem adquirindo no Brasil para países em desenvolvimento, onde planeja trabalhar com pequenos produtores. “Vejo agrofloresta e horticultura como uma solução porque muitos agricultores plantam para sua subsistência e vendem o excedente.  A Toca me mostrou o potencial da agricultura sustentável”, disse.

Já Sayaka vai retornar com essa bagagem de conhecimento para o Jápão. “Eu quero agora fazer mais pesquisas que considerem o meio ambiente”, afirma.

Apesar de todas as diferenças culturais, parece que falamos a mesma língua. É a agrofloresta unindo os povos e culturas de todo o mundo.

 

RODRIGO RAMOS DAS NEVES

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Essa é a história de uma guinada de vida. Dessas que requerem coragem para sair da zona de conforto, mas que podem trazer uma enorme satisfação pessoal. O caminho de empreender nunca é fácil, sempre tem seus riscos e percalços. Mas tem também as vantagens que um negócio próprio proporciona, como autonomia, novos aprendizados e muitas realizações.

 

Foi o caminho que Rodrigo Ramos das Neves resolveu trilhar. Nascido em São Paulo capital, foi subindo de vida e se tornou gerente industrial de uma empresa de água mineral. Tinha um bom salário, domínio da sua área e uma equipe grande.

 

Mas tinha as pressões de trabalho e não se sentia satisfeito com tudo aquilo. Decidiu então arriscar. Tinha um sítio de Delfim Moreira (MG), um gosto pelo campo e uma vaga vontade de lidar com galinhas.

 

Veio então fazer nosso Curso de Produção de Ovos Orgânicos e saiu daqui com a certeza de que era isso que queria fazer. Começou a se aprofundar no assunto, juntou coragem e suas economias e montou uma granja de ovos orgânicos.

 

Hoje tem cerca de 1.000 aves e uma marca própria chamada Lá do Sítio, certificada orgânica. “Sou muito grato por tudo que aprendi na Toca”, nos disse ele. E nós somos muito gratos por ter inspirado a sua trajetória, Rodrigo!

 

Com ele, ganhamos um amigo e todo o setor de ovos orgânicos ganhou um empreendedor de respeito!

Sistema Agroflorestal com foco em citricultura na Fazenda da Toca

Nossas redes
  

Contatos

São Paulo +55 (16) 2106.8606
Demais localidades: 0800 123 780

Rodovia Washington Luís, Km 204, s/n
Zona Rural, Itirapina – SP, 13530-000

Compartilhar