EDUCAÇÃO SISTÊMICA
15 a 17 de Outubro

O curso Educação Sistêmica compartilha com profundidade pilares, princípios, aspectos conceituais e contextuais que constituem a Abordagem Educativa da Toca, uma proposta de educação que considera o Ser Humano em seus aspectos integrais, tendo como ponto de partida a Alfabetização Ecológica.

Compartilharemos a sistematização dos últimos 5 anos de jornada da educação sistêmica na Escola da Toca e também como é possível inspirar o contexto urbano e do ensino público.

A Escola da Toca reúne diariamente crianças de 2 a 7 anos e um grupo diverso de educadores. Conheça mais sobre a Escola da Toca

CONTEÚDO

  • A Abordagem Educativa da Toca e seus pilares: experiências significativas, processos de co-criação, Natureza como Mestra e Ser Integral
  • Alfabetização Ecológica, o pensamento sistêmico: a sabedoria ecológica para (re)aprender a viver.
  • A Escola da Toca e seus Eixos Filosóficos
    • Cultura da Infância: o brincar e a autonomia;
    • Natureza como Mestra: criação de comunidades humanas sustentáveis
    • Ser Integral: a resiliência
  • O Espaço Educador: estrutura molda comportamento
  • A culinária como coração do currículo e transformação das relações culturais, com o meio ambiente e com a saúde

Grupos de Trabalho: a aprendizagem em ação

 

NÚMERO DE VAGAS: 30

PÚBLICO ALVO

Para todos aqueles engajados em práticas educativas de quaisquer natureza.
Educadores, coordenadores pedagógicos, donos de escola, estudantes de pedagogia e licenciatura de forma geral, mães, pais e todos aqueles interessados nos temas Educação, Meio Ambiente, Sustentabilidade, Auto-conhecimento. Gestores de projetos educacionais e ambientais.

DATA
15 a 17 de Outubro de 2018

HORÁRIOS DO CURSO
Dia 15/10 :Início às 08h e término às 20h30
Dia 16/10 :Início às 7h30 e término às 18h00
Dia 17/10 :Início às 7h30 e término às 18h00

CARGA HORÁRIA
3 DIAS, 30 HORAS

INVESTIMENTO
R$ 2.250,00 (alimentação completa e hospedagem).

INSTRUTORES

Juliana Araújo

Juliana é pedagoga, brincante da cultura popular, percursionista e educadora para a sustentabilidade. Trabalhou como professora na Escola da Toca à frente de projetos com enfoque na alimentação saudável, vendo o contato próximo com o alimento como fonte inspiradora e potente de reconexão entre o indivíduo e a terra. Foi fundadora da ONG Veracidade em São Carlos no ano de 2012 onde trabalhou em projetos de permacultura, agroecologia, economia solidária e cooperativismo no meio urbano.

Milena Paes

Milena é formada em pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos. É uma brincante da cultura popular e leva essa inspiração para o espaço escolar compreendendo a brincadeira e as danças populares brasileiras como uma linguagem da alma, que nos conecta com nós mesmos/as e com o universo. Atua como educadora na Escola da Toca desde 2015 e atualmente é responsável pela alfabetização das crianças de 5 e 6 anos, considerando como essencial nesse processo a valorização infância, a formação integral e a alfabetização ecológica. Faz parte da Associação Cultural Rochedo de Ouro, que dissemina o maracatu de baque virado na cidade de São Carlos, por meio de vivências, cursos, oficinas e apresentações. Além disso, é uma Promotora Legal Popular, e trabalha com a divulgação popular dos direitos legais da mulheres, bem como com a formação de educadoras/es para consolidação de espaços mais igualitários.

Mônica Passarinho

Bióloga pela UnB, permacultora, educadora para sustentabilidade com especialização em Educação Gaia – Design para Sustentabilidade. Atua no Instituto Toca, onde promove a Alfabetização Ecológica. Iniciou seus trabalhos em 2005 no Ipoema – Instituto de Permacultura, em Brasília. Colaborou para a construção e desenvolvimento do currículo, planejamento e execução da disciplina Green Studies da Green School, em Bali, na Indonésia, que culminou no desenvolvimento do conceito de Educação de Transição.

Luis Adolfo

Amante da natureza e da potencialidade da aprendizagem com ela, atua com a permacultura no currículo educacional proporcionando experiências para crianças e adultos desde 2015. Educador para Sustentabilidade e Permacultor, com formação pelo IPEMA – Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica –, aprofundou seus estudos com Ernst Götsch em Agricultura Sintrópica e constantemente recicla seus conhecimentos em formações de agrofloresta com foco em horta e podas avançadas no Sítio Sementes em Brasília. Iniciou sua trajetória em 2014 com recuperação de áreas degradadas na Fazenda da Toca e em 2015, inaugurou o cargo de Jardineiro Pedagógico na Escola da Toca, pelo Instituto Toca. Desde então, além da relação com as crianças, vem facilitando vivências de grupos de adultos com os elementos permaculturais em cursos de diversos contextos, incluindo experiências com a Escola Schumacher Brasil. Através de sua trajetória e formação profissional, aplica e aprimora metodologias didáticas para desenvolver a sustentabilidade reaproximando crianças e adultos das relações com a natureza.

PROGRAMAÇÃO

8h-10h – Chegada e Café da manhã
10h15 – Abertura – Contexto Socioambiental Global
13h – Almoço
14h15 – Grupos de trabalhos rotativos
16h – Abordagem educativas da Escola da Toca
17h30 – Encerramento do dia
19h30 – Jantar e CineToca

7h30 – Café da manhã
8h30 – Grupos de trabalho rotativo/Tour Escola da Toca
13h – Almoço
14h15 – Tempo de Reflexão
15h45 – Do campo à mesa – colheita para o jantar
19h30 – Jantar
20h30 – Fogueira + Cultural: Dança em volta do fogo

7h30 – Café da manhã
8h35 – Abertura do dia/ Grupo de auto-trabalho
10h – Natureza como Mestra
13h – Almoço
14h15 – Cultura da infância e o olhar sensível
16h15 – Exercício – Próximos passos
18h – Encerramento

Share This