“Um dos princípios da natureza é a diversidade. E como é importante a diversidade para vivermos em sociedade! Há muito o que aprender com a natureza. E como parte da natureza, temos um papel importantíssimo no nosso planeta, mas infelizmente não estamos exercendo bem nosso papel porque nunca se perdeu tanta vida como se perde hoje. Mas dá para fazer diferente e regenerar muito esse planeta. Pretendemos regenerar um milhão de hectares no Brasil e transformar a agricultura em algo com um potencial enorme de regenerar e criar muita vida. E isso sem tentar dominar ou brigar com a natureza, mas trabalhando em harmonia e colaboração com ela.”

 

Esse é um trecho da fala de Pedro Paulo Diniz, Sócio Fundador da Fazenda da Toca e da Rizoma ao receber o certificado de finalista do Prêmio Empreendedor Social, da Folha de S.Paulo em parceria com a Rede Schwab, braço de empreendedorismo social do Fórum Econômico Mundial no mês passado.

 

Um reconhecimento como esse é a demonstração de que a agricultura regenerativa, que visa regenerar o solo e a biodiversidade ao mesmo tempo em que produz alimentos, vem ganhando cada vez mais atenção e interesse da sociedade.

 

Nesse link você pode ler uma reportagem da Folha sobre Pedro Paulo e a nossa iniciativa. E abaixo você tem acesso a um minidocumentário muito bem produzido feito conosco que conta como estamos desenvolvendo modelos agrícolas regenerativos na Toca e na Rizoma.

 

É com muita satisfação que vemos esse tema ganhar tanta evidência e temos muito orgulho pelo fato de da Fazenda da Toca e da Rizoma terem se tornado referências em agricultura regenerativa.

 

Além do Prêmio Empreendedor Social, Pedro foi também elencado entre as 100 personalidades mais influentes do agronegócio pela revista Dinheiro Rural no mês passado.

 

Nessa lista, a revista destaca seu trabalho à frente da Toca e também a fundação da Rizoma com o objetivo de fomentar a agricultura regenerativa.

Compartilhar